De volta com as postagens, e agora espero que seja em definitivo. Já estava com saudades do Cinemando e da galerinha que passa por aqui. Bem, aproveitando a volta, vou falar de um remake, e mais um remake que sou fã da versão original, o que aumenta minha apreensão quanto à qualidade da cópia.

A refilmagem da vez é o clássico (clássico?) de horror estadunidense de 1985, dirigido por Tom Holland (que também dirigiu “Brinquedo Assassino”, e esse sim é clássico), chamado “A Hora do Espanto”.

Estrelado por Anton Yelchin, a fita também conta com Colin Farrell e Toni Collette no elenco, e narra à história de um jovem que descobre que seu vizinho sedutor é um vampiro assassino, porém nem a polícia, nem seus amigos acreditam em suas palavras...até que...blá, blá, blá. A direção ficou por conta de Craig Gillespie e sua estreia está agendada para 19 de Agosto nos EUA e 07 de Outubro no Brasil.

Confesso que não sei o que esperar, e apesar de gostar de ver essas comédias de terror dos anos 80, justamente por suas toscabilidades, fico meio pé atrás com novas versões recheadas de computação gráfica. Mas, vamos aguardar e enquanto isso conferir o trailer:



.

CONTINUE LENDO »»»

Pogo e o Som das Cenas

Postado por Adriano Martins em 9.12.10 0 Comentários

Andando por aí de clique em clique, me deparei com o incrível trabalho do produtor musical e VJ sul-africano que vive na Austrália chamado Nick Bertke, conhecido na web como Pogo.

Com apenas 22 anos de idade, Pogo mostra talento e criatividade em seus remixes musicais extraídos de cenas de filmes e séries. O que parece ter começado como uma brincadeira experimental, proporcionou ao VJ uma projeção internacional e seus vídeos já foram vistos por mais de 11 milhões de pessoas no Youtube.

De clássicos da Disney a séries como "Dexter", o resultado da brincadeira criativa do produtor musical é bem interessante. Abaixo alguns vídeos - Play!











*

CONTINUE LENDO »»»

Pelé, Maradona, Ronaldo, Robinho, Neymar...que nada! Veja o documentário da verdadeira lenda do futebol: "Allejo Eterno".



*

CONTINUE LENDO »»»

Aronofsky está de volta com "Cisne Negro"

Postado por Adriano Martins em 30.11.10 2 comentários

Darren Aronofsky diretor dos polêmicos, “Requiem para um Sonho” e “Pi”, e do premiado “O Lutador”, está de volta aos cinemas com o suspense “Cisne Negro” (Black Swan). Estrelado por Natalie Portman, o longa conta ainda com Vincent Cassel, Winona Ryder, Barbara Hershey e Mila Kunis.

Cisne Negro conta a história da bailarina Nina (Portman), cuja vida é totalmente consumida pela dança, assim como todas as mulheres de sua profissão. Ela vive com sua mãe (Hershey), uma bailarina aposentada que zela pelas ambições profissionais da filha. Quando o diretor artístico Thomas Leroy (Cassel) decide substituir a bailarina principal Beth MacIntyre (Ryder) na nova produção de O Lago dos Cisnes, Nina é a primeira opção. Mas ela tem uma concorrente: Lily (Kunis), nova dançarina que também impressiona o diretor. Mas O Lago dos Cisnes precisa de uma bailarina que possa tanto interpretar o Cisne Branco, símbolo de inocência e graciosidade, e o Cisne Negro, que representa a sensualidade. Nina é perfeita para o papel de Cisne Branco, mas Lily personifica o Cisne Negro. Conforme aumenta a rivalidade entre as duas bailarinas, Nina começa a descobrir seu lado escuro, mas com uma negligência que pode destruí-la.

O filme que já foi exibido e faturou prêmios em alguns festivais, estreia no Brasil em 04 de Fevereiro de 2011. Por conhecer e curtir os trabalhos do diretor e do elenco, “Cisne Negro” já entrou na minha lista de mais aguardados do ano que vem, e pelo o que vi no trailer, parece vir coisa boa por aí. Confira:




*

CONTINUE LENDO »»»

Crítica: Tropa de Elite 2

Postado por Adriano Martins em 9.10.10 1 Comentário

O cinema estava lotado, nunca tinha visto nada parecido em uma produção nacional. Aliás, o shopping estava lotado, quase não havia vagas no enorme estacionamento e até então, não estava entendendo o motivo de toda aquela movimentação, até que descemos do carro, minha namorada e eu, e começamos a ouvir os comentários ao redor: “Capitão Nascimento”...”Pede pra sair!”...”Você é moleque!”...”TROPA DE ELITE”...Sim, toda aquela gente estava ali por um motivo, ver "Tropa de Elite 2".

A fila da pipoca se confundia com a fila da bilheteria, onde esperançosos espectadores procuravam em vão as poltronas vazias de alguma sessão do filme. Como já havíamos garantido nosso ingresso no dia anterior, só encaramos a fila da pipoca e seguimos para sala. Passado os trailers e alguns minutos do longa, ainda se via gente chegando e procurando os seus lugares, fiz um panorama do local e satisfeito exclamei: Porra, tá lotado! Não que cinema lotado fosse novidade para mim, mas ver isso em uma sequência de filme nacional era novidade.

Quem conhece um pouco sobre o cinema brasileiro sabe o quão difícil foi chegar ao estágio que presencie hoje. No ano de 1992, por exemplo, último ano do governo Collor, apenas um filme nacional chegou ás telas do cinema, “A Grande Arte” de Walter Salles, que foi gravado em inglês, ocupou menos de 1% do mercado. Passamos anos dependendo de migalhas do governo e de bilheterias de filmes da Xuxa e do Didi, para mantermos a indústria cinematográfica brasileira funcionando, e por saber disso me senti orgulhoso, antes mesmo de ver o filme, por estar naquela sala cheia de gente com os olhos brilhando para ver uma sequência tupiniquim.

Não falarei explicitamente sobre o que acontece no filme, não se preocupe com spoilers. Quero falar do conjunto da obra. "Tropa de Elite 2", não descarta a história do primeiro em busca de novas cenas de ação, o longa atual, mais amadurecido que o anterior, tem um enredo mais denso e politizado, porém não deixa faltar os tiros, tapas na cara, bordões e grandes atuações. Wagner Moura arrebenta mais uma vez, ladrão de cena, ele é destaque até parado olhando pro nada. Seu Jorge, André Ramiro, Maria Ribeiro, Tainá Müller, Milhem Cortaz, Irandhir Santos e André Mattos completam o ótimo elenco do longa.

O diretor José Padilha mais uma vez é o grande nome do projeto, corajoso e extremamente competente, ele aumenta a intensidade do dedo na ferida, cria e cuida de tudo para dessa vez não rolar pirataria antes da estreia. Acho que seria mais fácil clonar o José Padilha, do que tirar uma cópia do Tropa 2.

Por fim amigos cinéfilos, ainda estarrecido com o grande filme que assisti, não posso deixar de recomendar e pedir a todos que vejam o filme no cinema. Tropa de Elite 2 é a melhor sequência já feita no cinema nacional, é mais uma prova de que somos capazes de produzir grandes longas e conquistar grandes públicos.

Se missão dada é missão cumprida, José Padilha e sua Tropa de Elite conseguiram cumprir.

Viva o Cinema Nacional!

*


CONTINUE LENDO »»»

- Alô
- CineService, Valesca, boa noite! Com quem eu falo?
- Paulo!
- Em que posso estar ajudando Sr. Paulo?
- Gostaria de um Filme de Terror.
- Ok. Conhece as nossas opções de terror Sr. Paulo?
- Não, não. Quais seriam?
- A Opção 1 vem com casa mal-assombrada, acompanha criança macabra e cachorro com olho vermelho.
- Sei...
- A Opção 2 vem com assassino no colégio, acompanha Paris Hilton ou Justin Timberlake.
- Aham...
- A Opção 3 vem com vilão com a cara derretida, acompanha carro sem gasolina e loira com os peitos de fora.
- Ok...
- A Opção 4 vem com muita tortura, acompanha fábrica abandonada e um policial que não acredita em nada até se tornar vítima.
- Tá...
- E pra finalizar a Opção 5, que vem com horror oriental, acompanha pessoa pintada de branco e chiado no telefone.
- ...xzssxxxxxxxxxxxxxssxxxxxx
- Senhor?
- ...xzssxxxxxxxxxxxxxszxsxxxxxxzsss
- Senhor Paulo?
- ...xzssxxxxxxxxxxxxxssxxxxxxzszzzxxszxsxxxxxzsxxxsxxzzxx.


Por Adriano Martinsxszxxssxxxxxxxszsxxxx

*

CONTINUE LENDO »»»
|

Trailer: "Lixo Extraordinário"

Postado por Adriano Martins em 6.10.10 2 comentários


"Lixo Extraordinário" é o título do documentário dirigido por João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker, que narra a relação do Lixo com a Arte e o contraponto social visto através da obra do genial Vik Muniz.

Após levar alguns prêmios em Festivais pelo mundo, o Doc estreou no Festival do Rio deste ano recheado de boas críticas e relatos emocionados. Vi o trailer e achei incrível, confira:



A distribuição ficou por conta da Downtown Filmes e logo estará a disposição no circuito comercial – Vejam! – Viva o Cinema Nacional!
*

CONTINUE LENDO »»»

Esse post vai para os Ilustradores e Animadores que visitam o Blog - O vídeo a seguir é clipe do single Let Go do grupo irlandês "The Japanese Popstars", com participação do "Green Velvet".

A música extraída do disco "EP Destroy" teve o vídeoclipe dirigido por David Wilson, e o resultado é uma animação incrível - Play!



*

CONTINUE LENDO »»»
|

Trailer do Remake "I Spit on your Grave"

Postado por Adriano Martins em 6.10.10 0 Comentários

I Spit on Your Grave

Estreia essa semana (08/10) nos Estados Unidos, o cobiçado remake do clássico exploitation “I Spit on your Grave” de 1978, lançado no Brasil com o título “A Vingança de Jennifer”.

Na nova versão, a atriz Sarah Butler irá viver Jennifer, uma escritora que deixa a cidade grande em busca e paz e tranquilidade em uma casa na floresta, onde pretende escrever seu novo livro. Porém seu sossego é interrompido por marginais que abusam sexualmente e agridem a indefesa moça, que fará de tudo para se vingar.

Tive a oportunidade de ver a tosca/cruel/divertida versão de 78 e recomendo. Dizem que, entre outros, este filme serviu de inspiração para Quentin Tarantino fazer “Kill Bill”, agora basta saber se o remake será tão “bom” quanto o primeiro. Confira o trailer:



*

CONTINUE LENDO »»»

Cinemando - O Retorno

Postado por Adriano Martins em 6.10.10 4 comentários

Estamos (estou) de volta com o Blog após um período de férias forçadas. Quem acompanha o blog sabe que não rolou atualizações por aqui por alguns meses. A justificativa é a falta de tempo de um cara que mudou de cidade, emprego, rotina e que agora mora sozinho, ou seja, caos.

Agora, já adaptado à nova vida, pretendo voltar à atividade por aqui, e conto com as visitas e os comentários de todos vocês.

Abraços e Bons Filmes.

Adriano Martins

CONTINUE LENDO »»»
|

Publicidade