Crítica: O Curioso Caso de Benjamin Button

Postado por Adriano Martins em 18.1.09

Photobucket

Por Vinicius de Abreu

Excelente filme, embora longo (quase 2h40min) o que assusta um pouco ... mas te garanto que você não vai nem perceber, pois a história te envolve de uma forma única! O diretor Fincher, que já fez alguns sucessos com Pitt (Seven, 1995 e Clube da Luta, 1999), comandou este de forma magistral ... Claro que o enredo também ajudou, e muito, na qualidade do filme, todos os méritos ao roteirista Eric Roth, que soube adaptar de forma única um clássico da literatura do início do século XX. Este cara já tem no currículo roteiros de Forest Gump (1994), Ali (2001) e Munique (2005), só para citar os mais famosos ... precisa falar alguma coisa mais?

Precisa ... a história é do tipo "contada", utilizando flash backs. Benjamin nasce com o corpo de um idoso (tamanho de bebê, claro, senão ... bem já sabe) e mente de um recém nascido ... com o passar dos anos seu corpo rejuvenesce e sua mente envelhece. Situações comuns à idade - mental ou física - se tornam impossíveis para Benjamin, ele nunca pôde brincar com outras crianças, por exemplo. Na metade da vida, quando a idade mental e física são praticamente a mesma ele aproveita melhor a vida ... ou não ... pois sempre lhe falta algo, ou melhor alguém! A história flui num clima pesado mas contagiante ... e quase no final do filme Benjamin aparece com a cara de gurizão, lá pelos 20 anos - putz, vi o Brad de Thelma e Louise (1991), onde ele fez uma participação pequena como mochileiro. O final é dramático, e não apenas por ser justamente na época que o furacão Katrina destroi Nova Orleans (local da história) ...

Quanto ao elenco só posso dizer que ele foi exepcional ... Pitt é um ator de mão cheia, e aqui ele não deixa nada a desejar! Gosto bastante dele interpretando loucos (12 Macacos, 1995 e o próprio Clube da Luta - por exemplo), mas como ator dramático ele não fica muito atrás. Cate também está fenomenal, super leve totalmente convincente no papel. Bem, estou absolutamente convencido que você vai gostar do filme, acho que temos um papa prêmios aqui, o casal Pitt-Jollie vai dar trabalho no Oscar este ano!

Além do Cinemando, Vinicius de Abreu escreve no Bolicho do Diretor

4 comentários

  1. Adriano Martins comentou:

    Tem razão Vinicius, o filme é excelente mesmo. Feito para ser um clássico, e já cosenguiu ser um.
    Brad Pitt arrebentou no papel!

    Abraço

     

  2. gerin comentou:

    é vinicius, lendo sua critica, que alias ta mto boa...só fiquei com mais vontade de ver o filme
    parabéns!
    abraço

     

  3. gabi comentou:

    Muito bom o filme msm... o texto tb ta bem bacana :)

     

  4. Anderson Siqueira comentou:

    Fabuloso, genial, magnífico. Faltam adjetivos para este filme quase perfeito.

    NOTA (0 a 5): 5
    *****

     

Postar um comentário

Publicidade